"Você é o que escolhe ser. Escolha o amor." Isha

segunda-feira, 15 de julho de 2013

Um jogo

Querid@s,

Geraldo Rodrigues compartilhou por e-mail um poema que Sada (Enid, diretora do Centro La I do Uruguai) escreveu que achei muito bacana!

Desfrutem-no!

Com amor,
Fabiana

------------------------------------------



UN JUEGO


Te vas a aferrar a todo
porque tienes miedo de tu inmensidad
te identificas con la pequeñez

con la rutina, esa cotidianidad
que cabe en una burbuja.
Dices que quieres la infinidad

mas luchas por meter dentro de tu burbuja
el pasado, la ilusión.
Pero solo es una burbuja

que puede romperse en cualquier momento.

así que el miedo te invade.

Deseas huir.

Me niegas, me juzgas

muchas, mas de mil veces.
Y desde aquí, sonriente te contemplo
jugando con pompas de jabón
jugando a ser niño, joven, adulto, viejo
jugando a sufrir y a morir.
Pero puedo aguardarte un poco mas

hasta que estés seguro

de que lo mereces
que puedes
y abras los ojos
y me sonrías

sabiendo que todo ha sido
un juego.

Um jogo

Você vai se aferrar a tudo
porque tem medo de sua imensidade
se identifica com sua pequenês,
com a rotina, o cotidiano
que cabe numa bolha.
Diz que quer a infinitude
mas luta pra colocar dentro de sua bolha
o passado, a ilusão.
Mas é só uma bolha 
que pode se romper a qualquer instante, 
então o medo te invade.
Você deseja fugir.
Me nega, me julga
muitas, mais de mil vezes.
E daqui, sorridente, te contemplo
brincando com bolhas de sabão,
brincando de ser criança, jovem, adulto, velho,
Brincando de sofrer e de morrer.
Mas posso aguardar um pouco mais 
até que esteja seguro
de que você merece
de que você pode
e abra os olhos e me sorria
sabendo que tudo foi
um jogo.

SADA