"Você é o que escolhe ser. Escolha o amor." Isha

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010


FELIZ ANO NOVO!!!!


Desperte o Novo! Mude! Crie conscientemente! Brilhe e se ilumine!

Para ganhar um Ano Novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.
Carlos Drummond de Andrade (Ishando)


A expansão da consciência sempre requer um passo de fé.
Você dá o passo e logo recebés a recompensa.
Não tem garantia.
Você tem de estar disposto a saltar ao vazio, ao nada e soltar todo o ilusório.

Isha (também Ishando)



quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Padre Fábio de Melo "Ishando"


"Tudo o que é belo tende a ser simples. Afirmação generalizante? Não sei. O que sei é que a beleza anda de braços dados com a simplicidade. Basta observar a lógica silenciosa que prevalece nos jardins. Vida que se ocupa de ser só o que é.Não há conflito nas bromélias, não há angústia nas rosas, nem ansiedades nos jasmins. Cumprem o destino de florirem ao seu tempo e de se despedirem do viço quando é chegada a hora. São simples.Não querem outra coisa, senão a necessidade de cada instante. Não há desperdício de forças, não há dispersão de energias. Tudo concorre para a realização do instante. Acolhem a chuva que chega e dela extraem o essencial. Recebem o sol e o vento, e morrem ao seu tempo.Simplicidade é um conceito que nos remete ao estado mais puro da realidade. A semente é simples porque não se perde na tentativa de ser outra coisa. É o que é. Não desperdiça seu tempo querendo ser flor antes da hora. Cumpre o ritual de existir, compreendendo-se em cada etapa.Já dizia o poeta: "Simplicidade é querer uma coisa só". Eu concordo com ele. O muito querer nos deixa complexos demais. Queremos muito ao mesmo tempo, e então nos perdemos no emaranhado dos desejos. Há o risco de que não fiquemos com nada, de que percamos tudo.Aquele que muito quer corre o risco de nada ter, porque o empenho e o cuidado é que faz a realidade permanecer. O simples anda leve. Carrega menos bagagem quando viaja, e por isso reserva suas energias para apreciar a paisagem. O que viaja pesado corre o risco de gastar suas energias no transporte das malas. Fica preso, não pode andar pelo aeroporto, fica privado de atravessar a rua e se transforma num constante vigilante do que trouxe.A simplicidade é uma forma de leveza. Nas relações humanas ela faz a diferença. O que cultiva a simplicidade tem a facilidade de tornar leve o ambiente em que vive. Não cria confusão por pouca coisa; não coloca sua atenção no que é acidental, mas prende os olhos naquilo que verdadeiramente vale à pena.Pessoas simples são aquelas que se encantam com as coisas menores. Sabem sorrir diante de presentes simbólicos e sem muito valor material. A simplicidade lhe capacita para perceber que nem tudo precisa ter utilidade. E por isso é fácil presentear o simples.Dar presentes aos complicados é um desafio. Não sabemos o que eles gostam, porque só na simplicidade é possível conhecer alguém. Só depois que as máscaras caem pelo chão e que os papéis são abandonados a gente tem a possibilidade de descobrir o outro na sua verdade.Eu gostaria de me livrar de meus pesos. Queria ser mais leve, mais simples. Querer uma coisa só de cada vez. Abandonar os inúmeros projetos futuros que me cegam para a necessidade do momento. Projetos futuros valem à pena, desde que sejam simples, concretos e aplicáveis. Não gostaria que a morte me surpreendesse sem que eu tivesse alcançado a simplicidade. Até para morrer os simples têm mais facilidade. Sentem que chegou a hora, se entregam ao último suspiro e se vão.Tenho uma intuição de que quando eu simplificar a minha vida, a felicidade chegará em minha casa, quando eu menos esperar."

Autor:Padre Fábio de Melo
Texto enviado por Isabel Regina Vilela - Muito obrigada Isabel!

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

COMPARTILHANDO UM LINDO DEPOIMENTO DE UMA ESTUDANTE ISHA DE BH:


CONSCIENCIA É TUDO DE BOM. ISHA DIZIA QUE TUDO TEM UM TEMPO CERTO PARA ACONTECER, QUE NÃO É POSSIVEL FORÇAR NADA , QUE CADA PESSOA TEM SEU RITMO ,UM PROCESSO INDIVIDUAL. SABER ESPERAR SEM ANSIEDADE SEM PREOCUPAÇÃO E UMA SEMENTE VAI NASCENDO DENTRO DE CADA UM DE NÓS ATÉ QUE ELA SE ROMPE ENTÃO TODA A SUA PERSONALIDADE SE TRANSFORMA EM PÓ E NOS TORNAMOS PURA CONSCIENCIA PURA COMPREENSÃO , PURO AMOR...ENTÃO E SÓ ENTÃO A VIDA REAL ACONTECE..EU SEMPRE ENTENDI TUDO INTELECTUALMENTE E ACHAVA QUE SABIA , MAS AGORA PERCEBO FINALMENTE QUE ESTE TIPO DE COMPREENSÃO SEM EXPERIENCIA NÃO É NADA, NÃO LEVA A NADA , NÃO CRIA UMA REAL TRANSFORMAÇÃO EM MINHA VIDA .PERCEBO QUE A PERSONALIDADE NÃO PASSA DE UM ROBÔ E DE UMA DEFESA PERANTE A VIDA . COMO CRIEI A MINHA PERSONALIDADE?? AOS 4 ANOS DE IDADE CRIEI UMA EXPERIENCIA COM MINHA MÃE EM QUE A CRIANÇA SE SENTIU PROFUNDAMENTE REJEITADA E ABANDONADA E ESCOLHEU A MASCARA DA SABEDORIA PARA LIDAR COM AS PESSOAS E COM A VIDA . NESTE MOMENTO FOI ESCOLHIDA PELA CRIANÇA COMO DEFESA ESCONDER TODOS OS SEUS SENTIMENTOS E EMOÇÕES E FINGIR QUE NADA A AFETAVA , QUE NADA SENTIA PERANTE AS DIFICULDADES DA VIDA. MORRIA POR DENTRO MAS NO ROSTO ESTAVA UM SORRISO , UMA MASCARA . NESTE MOMENTO FOI CRIADA A MENTIRA , A HIPOCRISIA , O FINGIMENTO . O SENTIMENTO DA CRIANÇA ERA ""SE MINHA MÃE NÃO GOSTA DE MIM , ENTÃO NINGUEM MAIS VAI GOSTAR. EU NÃO TENHO QUALQUER VALOR . NINGUEM NUNCA MAIS ME VERÁ CHORAR, NÃO SEREI ATINGIDA POR NADA NEM NINGUEM ""OLHANDO PARA TRÁS AGORA ADULTA VEJO QUE MINHA MÃE NADA FEZ DE TÃO GRAVE , MAS ESTE FOI O ENTENDIMENTO DA CRIANÇA DE 4 ANOS ( ESTOU QUERENDO DEFENDER MINHA MÃE PARA QUE NÃO PENSEM MAL DELA , POIS ELA FEZ TUDO O QUE PODIA POR MIM).ESTE TIPO DE ESCOLHA PERMEOU TODA A MINHA VIDA , SEMPRE FUI CONSIDERADA FORTE OU INSENSIVEL POIS NUNCA DEMONSTRAVA QUALQUER EMOÇÃO A NÃO SER ALEGRIA E RISO . PASSEI A VIDA TODA RECRIANDO SITUAÇÕES EM QUE ME SENTIA EXCLUIDA , SENTIA QUE NÃO PERTENCIA A NADA E A NINGUEM E FUI ME ISOLANDO ME AFASTANDO DAS PESSOAS...TRABALHO CASA...CASA TRABALHO...CRIEI UMA PESSOA SOLITÁRIA QUE SÓ SE SENTIA BEM ESTANDO SÓ. TINHA A SENSAÇÃO DE NÃO SER BOA O BASTANTE PARA SER ACEITA E BEM RECEBIDA.EU TINHA A CONSCIENCIA MENTAL DESTE COMPORTAMENTO MAS NÃO SABIA COMO MODIFICÁ-LO . FOI MUITO DIFICIL PARA MIM ENTRAR EM CONTATO COM MINHAS EMOÇÕES POIS ERA TUDO MUITO REPRIMIDO , GUARDADO NO PORÃO A 7 CHAVES . AGORA SINTO COMO MINHA MENTE ME OPRIME , FICA DANDO MIL VOLTAS SOBRE O MESMO TEMA QUERENDO SER A DONA DA VERDADE , O PODEROSO CHEFÃO.....PASSEI OS ÚLTIMOS MESES CRIANDO E RECRIANDO SITUAÇÕES EM QUE ME SENTIA EXCLUIDA , ATÉ QUE FINALMENTE RESOLVI DAR UM BASTA ...CHEGA , NÃO QUERO MAIS ISTO!!!! O QUE EU GANHAVA COM ISTO?? PORQUE ESTE TIPO DE CRIAÇÃO??QUAIS AS VANTAGENS INCONSCIENTES PARA ESTA ESCOLHA??QUERO VER , QUERO TER CLARIDADE!!PERCEBO NESTE MOMENTO QUE TAL CRIAÇÃO ME FAZIA SENTIR QUE ERA INDEPENDENTE , QUE NÃO PRECISAVA DE NADA NEM DE NINGUEM...MAS ESTA ATITUDE ME TORNA UMA ILHA , ME ISOLA ME CONGELA...ME VEM A MENTE O PENSAMENTO ''NÃO PRECISO DE NINGUEM , EU ME BASTO""QUE SE DANE!!NÃO PRECISO DE VOCÊ!!..A CRIANÇA BIRRENTA!!TEIMOSA , INFLEXIVEL!! A ESCOLHA DO NÃO COMPARTILHAR , O FECHAMENTO TOTAL FRENTE A VIDA..IMPRESSIONANTE O QUE CRIAMOS EM NOSSAS VIDAS....NESTE MOMENTO SOLTO TOTALMENTE A DUALIDADE ABANDONO/REJEIÇÃO E INDEPENDENCIA. ''EU NÃO PRECISO DE VOCÊ!!!!EU SOU INDEPENDENTE!!1 EU NÃO PRECISO DE NINGUEM!!EU SOU FORTE..EU ME VIRO SOZINHA!! SOLTO TODA A RAIVA...A TRISTEZA...O MEDO....E ABRAÇO ESTA CRIANÇA TÃO FERIDA , TÃO MAGOADA , TÃO SÓ....SINTO A IMPORTANCIA DA CONSCIENCIA VISCERAL , DE LIMPAR O CORPO , DE SENTIR PROFUNDAMENTE TODA ESTA DOR GUARDADA NO PORÃO , NO INCONSCIENTE...MAS QUE AFETA TODOS OS MEUS RELACIONAMENTOS..TODA A MINHA VIDA...E QUE AGORA ESTÁ SENDO CURADA...CHORO POR ESTA CRIANÇA...CHORO MUITO ...CHORO SEM PARAR,...CHORO PARA SOLTAR.....SOLTAR COMPLETAMENTE..CHORO POR MIM MESMA...E SOLTO TUDO COMPLETAMENTE........ISHA DIZ QUE TODA PESSOA NÃO ILUMINADA É UMA CRIANÇA FERIDA NÃO IMPORTA SE TENHA 4 OU 90 ANOS POIS TODOS CARREGAMOS UMA FERIDA INCONSCIENTE, PROFUNDA E QUE É NOSSA ESCOLHA LEVAR LUZ OU NÃO..CURAR OU NÃO ESTA FERIDA!!ESCOLHO SENTIR TUDO, LIMPAR MEU PORÃO DE TODA A SUJEIRA, ABRIR TODAS AS PORTAS E JANELAS DEIXANDO A LUZ ENTRAR...ESCOLHO A LIBERDADE A RESPONSABILIDADE DE SER EU MESMA. CUSTE O QUE CUSTAR ESCOLHO A TRANSPARENCIA,....ATENTA..PRESENTE CONSCIENTE, VERDADEIRA , VULNERÁVEL.....ESCOLHO ME RENDER TOTALMENTE AS MINHAS CRIAÇÕES ,AGORA VEJO QUE O TEMPO TODO EU CRIO TUDO E QUE MINHAS CRIAÇÕES ME FAZEM ME ENXERGAR MELHOR A MIM MESMA....ISHA DIZ ''USE O EXTERNO PARA CRESCER, PARA SER MAIS TRANSPARENCIA , MAIS VERDADE...E QUANTO MAIS VERDADE MAIS AMOR...MAIS VERDADE MAIS AMOR...!!''PERCEBO QUE TUDO SOU EU QUE NADA MAIS EXISTE ALÉM DE MIM MESMA...QUE SOU O TEMPO TODO UMA MESTRA E QUE MINHAS CRIAÇÕES SÃO O REFLEXO DO QUE ESTÁ DENTRO DE MIM....LIBERDADE...AS PAREDES ESTÃO RUINDO E NADA MAIS EXISTE ALÉM DE CÉUS E CÉUS A SEREM EXPLORADOS...INFINITAS POSSIBILIDADES.....ÂNGELA

OBRIGADA ÂNGELA POR COMPARTILHAR CONOSCO SUA EXPERIÊNCIA DE CONSCIÊNCIA!

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

ADEUS À SOLIDÃO, POIS ESTÁS CONTIGO

Há muitas pessoas que sentem um vazio interno que não se preenche com nada, e o atribuem à falta de apoio emocional externo, a que ninguém se preocupe com elas, ou à falta de cuidado dos outros, ou à falta do parceiro, do amigo, da família. Emfim, por diversos motivos, o que nos falta recebe toda a culpa.
Qualquer que seja a causa, o sentimento de solidão aperta o coração, fecha a garganta, nos incomoda, e vivemos em pânico e angústia, nos sentimos vítimas do desamor. Mas muitas vezes também temos este sentimento ainda que estejamos rodeados de pessoas, mas nossas velhas dores, nossas proteções para não sofrer, e tantas coisas mais, nos tornam impermeáveis a compartilhar os afetos.
Assim, não podemos receber, não podemos detectar o que vem até nós, o que nos querem dar, pois esse sentimento fecha as portas. Outras vezes estamos tão aferrados ao passado, a castigar-nos pelo que não fizemos ou o que nos saiu errado, ou temos tantos ressentimentos que são como uma couraça de aço que já não nos permite nem nos aproximar, nem sentir mais que isso: o velho sentimento de reprovação, de rancor, por algo que já sucedeu e pelo que fechamos as portas à vida e às novas vivências compartilhadas. Geralmente não nos damos conta de que os únicos que o ressentimento realmente fere, é a nós mesmos.
Temos uma tendência automática que é “a sofrê-lo”. Meu convite hoje é descobrir algo que está esperando ser despertado, está dentro, em seu coração, pelo mero fato de que você é humano. E este caminho o leva a viver em amor-consciência. Quando expandimos o amor incondicional em nós, desfazendo-nos dos medos e da bagagem que nos agonia e separa, a solidão é um sentimento que não existe.
Você começa a se abrir a receber, pois você está dizendo sim a si mesmo, à vida, estando presente em cada momento com o que é, em lugar de estar ausente, agoniado por aquilo que foi, e encapsulado pelo medo de que se volte a repetir.
A consciência jamais está só. Você pode ver uma criança e julgá-la só, imaginando coisas, ela sente-se completa dentro de si mesma em cada momento. Ela NÃO pensa: –seria mais feliz se tivesse mais amigos–. Elas não pensam assim. Só criam seu próprio entretenimento.
Tudo aquilo que você necessita está dentro de você. A consciência jamais está só, porque está amando a si mesma. Desfruta de si mesma e vive completa dentro de si.



A PERCEPÇÃO DE NOSSA NECESSIDADE E AS IDÉIAS COM QUE AS SEGUIMOS CRIANDO

A idéia de que necessitamos algo que não temos agora mesmo é a raiz do descontentamento. Nós nunca estamos completamente satisfeitos com o que nos sucede neste momento. Inclusive quando conseguimos tudo o que pensamos que sempre temos querido, sentimos que ainda há algo que falta. Por quê? Porque estamos tão acostumados à esperar algo mais, que nunca nada é suficiente. Temos cultivado o hábito de sentir-nos insatisfeitos e isto se converteu em algo comum em nossas vidas. Isso é certo para os ricos e para os pobres, para os solitários e para os que sempre estão rodeados de gente. E isso é assim pois o perceber desta maneira nos garante sofrer, e em última instância, sofremos porque não nos sentimos merecedores.
Mas se você se centrar em ser, em lugar de ter, em experimentar este momento em plenitude, em vez de centrar-se no objeto do seu desejo e em sofrer por não tê-lo, estaria aberto a receber e ver tudo o que vem até você. E vem por si só. Não há nada de mau com o desejo, mas o truque para não sofrer e para criar ilimitadamente, é o desejo sem apego. O que realmente importa é o que você está sendo em cada momento. Estar presente, e soltar o apego ou a idéia de como as coisas têm que se apresentar para que eu as aceite. O ser é o mais importante, porque isso é o que lhe trará alegria. Pensamos que o que obtemos nos trará a felicidade, mas quando estamos presentes neste momento a energia da felicidade é muito abundante, e tudo traz essa felicidade. Você é essa felicidade. E você é esse gozo. Essa é a diferença.
Observe sua mente. Frequentemente encontrará que quando sente que algo lhe falta, não pode descansar até que o tenha alcançado, e é em realidade somente uma desculpa para não estar presente e para sofrer. Esses são os truques de sua mente para manter-lhe desconectado de si mesmo. Por quê? Porque se estamos totalmente presentes, sem distrações, sem nenhum projeto, não temos nenhuma desculpa para enfrentar-mos o desconhecido. Nossa atenção se configurou para evitar; para evitar a parte de nós mesmos de que nos esquecemos. E essa é a única maneira que podemos manter-nos longe desta liberdade sem limites e da ausência do medo ao desconhecido. Porque em realidade, não há nada que temer. Como podemos ter medo do amor? Não é possível. SERIA COMO TER MEDO DO AR QUE RESPIRA. ABRA-SE A RECEBER TUDO O QUE VEM ATÉ VOCÊ.

Do Blog Isha nos habla - Traduzido por Carlos Teixiera Marques
Obrigadão Carlos!