"Você é o que escolhe ser. Escolha o amor." Isha

segunda-feira, 22 de março de 2010

O que é o medo ?

Vibrações baixas de amor, contendo a dualidade, sustentando o jogo, sustentando a ilusão de sofrimento, sustentando a ilusão do físico, sustentando a ilusão de separação, de tempo, de espaço, da experiência humana, mas segue sendo amor. É tua criação para sustentar a dualidade. Não há nada errado, mas a medida que vais evoluindo para freqüências mais altas, isto começa a ir-se. O medo começa a ir-se.
Por que qual é a qualidade que cresce à medida que o medo se vai? A confiança, a capacidade de fluir e de render-se.
Se você não está constantemente lutando, se você não está constantemente se protegendo, se está confiando e está fluindo, não há medo!
Se há medo, eu confio, eu me rendo, eu movo (me ponho em ação), eu vejo através da ilusão e sigo em movimento. E se transforma em algo cada vez mais rápido porque vai sendo cada vez menos denso.
Ao princípio, alguns dos medos são overwellming (não conseguíamos superá-los). Sim? Mas depois começaram a se transformar em coisas pequeninas. E quanto mais se confia, e quanto mais nos enfocamos nesta segurança interior, tens então o poder de seguir pondo-se em ação e confiando. E sabes que isso irá se dissolver. Que detrás de todo o medo está o amor. Vibrações elevadas de amor. Porque é uma ilusão! E você sabe disso!
Então ao princípio, é como uma montanha, depois começa a ser como pedrinhas. E segues caminhando sobre elas. Tirando-as do caminho. Não é que tenhas que atravessar algo enorme já. Mas ao princípio algumas vezes se parece com algo assim, como esta montanha enorme que está bem no meu caminho. Mas depois se transforma em nada.
E quanto mais tu confias, mais rápido atravessas, mais rápido vais. Quando mais te rendes, quanto mais escolhes, mais rápido vais, mais claro te transformas. Tão simples... Tão simples.
Na realidade nós fazemos exatamente o contrário ao comportamento do amor. Nos protegemos, nós mentimos, nós controlamos nossas máscaras, nossos apegos, nossas imagens, nós lutamos por amor, lutamos pela liberdade. Nos ensinaram exatamente o contrário ao que é o comportamento do amor. É por isso que é um pouquinho difícil... no começo. Porque temos todas essas estruturas e todos esses programas que estão nos dizendo a fazer exatamente o oposto: “Não seja vulnerável, senão as pessoas vão se aproveitar de ti. Não confie, as pessoas vão se aproveitar de ti. Não perca o controle, senão vais perder tua individualidade. Não tire tuas máscaras, senão as pessoas vão ver quem és realmente”. Podem escutar as contradições que existem (em nossas mentes)? Todas baseadas no medo. “Não sejas transparente”. Por quê? Demasiada luz irá entrar? (humor)
Nós somos tão engraçados... Nos ensinaram exatamente o oposto. E nós criamos isso. E criamos essa incrivelmente complexa ilusão. Então estamos assim... nos protegendo, sem confiar, sem confiar em nós mesmos, sem confiar em ninguém mais. Mas pouco a pouco, isto começa a abrir-se e começamos a confiar. E logo confiamos mais. E logo começamos a soltar nossas ilusões. E logo confiamos mais. E soltamos nossos sofrimentos. E logo confiamos mais. Até que começamos a voar.
Eu devia ter chamado o livro "por que rastejar se podemos voar?" (humor) Porque não estamos nem sequer caminhando, estamos rastejando! ... Aaah! E depois damos dois passos para trás.
Sim? Eu sei... Eu sei...
Traduzido por : Fabiana Simões - Coordenadora do Sistema Isha em Brasília
Muuuito obrigado Fabiana! Aguardamos mais contribuiçoes do pessoal de Brasília para o blog !
Para entrar em contato com a equipe do Blog dos Estudantes Isha Do Brasil envie um e-mail para estudantes.isha.brasil@gmail.com

quarta-feira, 17 de março de 2010

Texto Do Livro : La Revolucion De La Conciencia III ( Iluminacion) - Isha

A QUERES
Seus olhos brilham quando falo-te sobre ela
Seu coração a deseja
Você a anseia
Hoje voltei a falar-te dela ,
enquanto olhava pra você
seus olhos resplandeceram
A queres e as vezes a temes.
A queres , posso ver em seus olhos.
Então , faça-o.
Encontre-a , abraçe-a , ame-a ,
já que tem esperando tanto
anime-se , agora ,
faça-a sua,
faça com que seja sua iluminação.


ISHA - Revolução da Consciencia III ( Iluminação )

quinta-feira, 11 de março de 2010

O Ter e o Ser; a Abundância e o Desapego

Queridos estudantes,

Aqui está o mais recente dos textos escritos por Isha para o blog mexicano Isha Nos Habla. Uma verdadeira pérola da consciência! Que as palavras de nossa mestra possam tocar e despertar muitos corações para a possibilidade de escolher mudar o foco para a fonte de amor que já existe dentro de nós. Uma escolha a ser realizada a cada momento, até que se torne automática, estável e natural. E que mais além das palavras, essa escolha e esse encontro possam ser traduzidos em ações e atitudes amorosas. Lembrando que a natureza do amor e da consciência é dar, é se dar em plenitude.


O Ter e o Ser; a Abundância e o Desapego
Isha

Nestes tempos em que vivemos com tanto movimento, nos quais se produzem perdas físicas que afligem muitos, sejam essas suas finanças, suas casas ou sua segurança, nosso aprendizado de experiências passadas é desafiado ou forçado a mudar. Os valores relativos ao que é físico parecem ter outra cor.

O testemunho das perdas que atingiram o Haiti e o Chile, onde muitos milhares de pessoas viram que todos os seus bens físicos e emocionais desapareceram em questão de minutos ou horas, move a todos nós e nos convida a reavaliar e revalorizar nossas prioridades.

Talvez até ontem, estávamos ansiosos para que a empresa ou o parceiro ou o governo do lugar tivessem algumas respostas, medidas ou ações que estivessem de acordo com nossos planos, necessidades e projetos. E de um momento a outro isso desaparece e nos deixa um vazio, nada ao redor a que apegar-se e só estou eu, aqui e agora.

E nestas circunstâncias, não podemos fazer nada além de nos abrir para receber neste momento, soltando as expectativas, soltando as idéias de como deveria ser tudo e estar no momento presente porque nada mais é o que era, nem sabemos como ou quando será de outra forma. Existe apenas este momento, cada momento. Este é um processo de aprendizagem que chega, de forma repentina, a todos os envolvidos, direta ou indiretamente.

Estas situações têm nos mostrado e nos estão ensinando várias coisas muito poderosas e que todos nós podemos aprender. A primeira coisa que temos que aprender é estarmos abertos a receber. Não importa o que você tenha ou em qual situação você se encontre, a coisa mais importante é estar aberto a receber. Às vezes estamos tão cheios do que pensamos que somos e da importância que damos ao que acreditamos e temos, que deixamos de estar abertos e sensíveis recebendo da vida e do nosso entorno. O mais importante é aquilo que estamos sendo neste momento, e nos focarmos em ser a possibilidade mais elevada do que se é. E assim, quando você transforma na abundância do amor, já não vê a falta de nada, pois está tudo no seu coração, e a ironia é que quando você está completo em seu coração, tudo vem até você. Não há carência, porque você não está apegado com o que vier e está completo dentro de si. Seja o amor e tudo virá, e vem e vem e então você dá. Não há limite, é ilimitado mas você pensa que é especial.

E se antes você estava acostumado a que isso ia para o cofre porque era especial, agora isso mudou. Se de repente tudo se desmoronou por alguma razão, o que importa é esse valor interno, porque o dinheiro é apenas energia e quando você é abundante internamente vai criar abundância, mas o foco tem que estar na abundância interior.

Até agora, o mais normal tinha sido enfocarse na abundância externa e se não se a alcançava então vinha a frustração e tantas coisas mais. Você pode incluisve, se este ainda for seu foco, seguir criando essa abundância externa, mas você acredita que quando a tenha você vai ser feliz? Talvez sim, talvez não .... e porquê? Porque o que você está procurando externamente ainda não foi realizado internamente, e então haverá medo envolvido, e não estarás desapegado, pelo contrário você estará preso e sofrerá, sofrerá para manter o controle.

Porém, quando você tem essa riqueza interior, tudo flui, tudo se move, você cria fluidamente tudo o que precisa, e mais ainda, já que você está enfocado na consciência, então sim estarás em unidade com tudo isso que se move dentro do todo.

Meu convite hoje, para que todos possamos aprender mais com o que está acontecendo, é mudar o foco, escolhendo algo real, e tudo se alinhará e estará perfeitamente no seu lugar. A felicidade absoluta é uma possibilidade para todos se estabilizam sua consciência, e se expandem no amor, para além das circunstâncias externas. Muitos hoje nos dão exemplos de grandeza em meio à devastação, dando o testemunho de que, no amor e na unidade, tudo é possível.

*Isha é autora de "Por que caminhar se você pode voar?", da Aguilar Fontana e do filme de mesmo nome distribuído pela Arthouse.

Fonte: Blog "Isha nos habla" (http://ishanoshabla.blog.terra.com.mx/)
Baseado no aclamado livro, Por que caminhar se podes voar? Este transformador e inspirador filme te ensina a elevar-se mais além de seus medos. Com Isha, empreenderás uma viagem de autodescobrimento como nunca antes havia experimentado.